Educadores passaram por treinamento de novas tecnologias

Do dia 17 ao dia 28 de julho diretores, coordenadores e professores participaram de mais uma jornada de “Educação Continuada”no Miraflores, com a presença da equipe das unidades Barra e Laranjeiras. Durante os encontros diários, os educadores exercitaram a argumentação, a troca de informações e, principalmente, se conectaram com as novas tecnologias presentes em sala de aula.

O Miraflores acredita na importância da atualização constante e do aperfeiçoamento pedagógico para que sua equipe possa lidar com um mundo globalizado, tecnológico e múltiplo.

Quem não se lembra das brincadeiras de Lego, o brinquedo cujo conceito se baseia em peças que se encaixam permitindo variadas combinações? A grande novidade é a utilização do Lego Education, que até então se restringia às aulas de robótica no Ensino Fundamental e agora será utilizado também na Educação Infantil.

Com o Lego Education, os profissionais vão trabalhar a imaginação dos alunos em diversos contextos sociais, ambientes geográficos e até emoções. “Através da utilização de peças específicas é possível representar uma situação-problema a ser resolvida com a participação dos alunos. A criança propõe os desfechos possíveis trabalhando a emoção, a noção de comunidade, a lógica, o planejamento e a realização do trabalho em etapas”, explica a psicóloga da unidade Laranjeiras, Sonia Teixeira.

Os educadores também passaram pelo treinamento da plataforma digital SmartLab, na qual conheceram uma variedade de conteúdos educacionais integrados e interativos, como jogos e programas de leitura, matemática, inglês, português, logica, entre outras possibilidades de estimulação. O pacote Office 365, que já estava sendo utilizado pelo Miraflores, agora servirá também para aprimorar as apresentações em sala de aula com o uso do aplicativo Sway, que permite criar e compartilhar relatórios interativos.

“Tudo o que é tecnológico interessa bastante a esta geração. Os nossos alunos já nascem imersos na tecnologia, por isso ela é uma maneira de atrair a atenção desse público e abordar de forma lúdica conteúdos que já são trabalhados em sala de aula. Também queremos fazer do aluno um usuário consciente e responsável da tecnologia”, completa a professora de robótica da unidade Barra, Tatiana Taveira.

A edição deste ano da “Educação Continuada” superou as anteriores em variedade de assuntos abordados, inclusive com a realização de palestra pela mãe de um dos alunos, demonstrando a interação entre o corpo docente e os responsáveis pelo corpo discente. Entre os assuntos abordados estão: a neurociência e a educação bilíngue; o desenvolvimento infantil; os benefícios da educação bilíngue e suas possibilidades de mudança no mundo; mediação e gestão de conflitos, além da produção multimídia infantil como recurso pedagógico.

Os palestrantes convidaram a equipe a repensar suas práticas e a dialogar com o futuro através dos inúmeros recursos atuais, visando a uma educação plena e integral. Apesar de tantas inovações, o protagonista continua sendo o aluno, que reflete criticamente, se comunica com o mundo, usa a criatividade dentro de uma perspectiva de aprendizagem compartilhada e investigativa, construindo o seu futuro.